sábado, 9 de janeiro de 2010

Cenas do meu filme

Ontem resolvi deixar o sedentarismo de lado e saí para uma caminhada. Diminuí o passo ao me aproximar da escola em que estudei do jardim à oitava série, observei com atenção que aparentemente pouca coisa havia mudado ali. Confesso que tive vontade mas não coragem de adentrar o portão e olhar mais de perto. Milhares de lembranças povoaram a minha mente enquanto eu percorria o mesmo caminho que costuma me levar até em casa. Sem dúvida alguma eu poderia afirmar que foi ali que eu vivi os melhores anos da minha vida; foi onde eu conheci as pessoas que costumava me orgulhar de chamar de amigos; onde eu jurei que tudo aquilo seria pra sempre. Ainda sou capaz de ver nitidamente o último dia de aula, entre lágrimas e soluços prometíamos que aquilo não seria um adeus. Hoje, mesmo que meu coração aperte ao me lembrar dessa época, é com um sorriso no rosto que recordo de todos e de tudo isso. Não é a toa que espalhei fotos da época por todos os lados, ao olhar para esses momentos registrados eu vejo outros tantos que estão eternizados dentro de mim.



(MINHA VIDA - Rita Lee)
Tem lugares que me lembram
minha vida, por onde andei
as histórias, os caminhos
o destino que eu mudei
cenas do meu filme em branco e preto
que o vento levou e o tempo traz
entre todos os amores e amigos
de você me lembro mais

Tem pessoas que a gente
não esquece nem se esqueceu
o primeiro namorado
uma estrela da TV
personagens do meu livro de memórias
que um dia rasguei do meu cartaz
entre todas as novelas e romances
de você me lembro mais

Desenhos que a vida vai fazendo
Desbotam alguns, uns ficam iguais
Entre corações que tenho tatuados
De você me lembro mais
De você, não esqueço jamais!

1 notas de rodapé:

Jordan Eduardo disse...

Odeia-se a escola até sair dela. Depois é saudade de tudo e de todos.
HEHEHE

Se render tô na first. :D

Postar um comentário

Fique a vontade, a época é toda sua.