terça-feira, 21 de abril de 2009

Sem título

Naquele dia quando acordei a claridade já invadia timidamente as venezianas do meu quarto, tudo indicava que seria um belo dia de sol. Mas havia algo estranho, o sol geralmente me trazia bons pressentimentos, porém naquele dia eu senti que algo iria acontecer e eu não sabia se era bom ou ruim. De repente o céu começou a nublar e nuvens vagarosamente começaram a juntar-se sobre a minha cabeça encobrindo o sol que me iluminava naquele momento. De imediato não compreendi o que estava acontecendo, as nuvens pareciam aumentar em proporções assustadoras e o céu foi ficando cada vez mais escuro, o dia já se transformava quase em penumbra. Então coloquei a cabeça para fora da janela na esperança de enxergar alguma coisa, foi aí que o céu desabou, literalmente, sobre a minha cabeça. Eu tentava fechar a janela, mas a chuva parecia mais forte que eu. Senti que alguém pegava em meu braço, abri os olhos assustada e abracei-o, eu havia adormecido e tudo não passava de um pesadelo.

0 notas de rodapé:

Postar um comentário

Fique a vontade, a época é toda sua.